Assembleia Geral - Aprovadas as contas de 2015

Posted by | Posted in



Realizou-se no sábado passado, dia 28 de Maio, nas instalações no Monte do Viso, a Assembleia Geral do Centro Social S. Mamede de Guisande, com vista à análise e aprovação das contas referentes ao exercício de 2015, tendo sido aprovadas por unanimidade.
No capítulo de receitas foi apresentado um total de 197.451,54 euros, incluindo cobrança de cotas, donativos, subsídios, apoios do IFAP/PRODER, entre outros capítulos, a que acresce 197.000,00 euros referentes a empréstimos da banca e particulares e o saldo de 28.290,71 euros transitados do exercício de 2014, o que perfaz um total de 422.742,25 euros.
Quanto a despesas, foi apresentado um total de 419.586,80 euros incluindo o pagamento de parte dos financiamentos contraídos.
Importa referir que continua a existir um passivo substancial, a rondar os 85.000,00 euros, devidos ao empreiteiro e a outros encargos/despesas, verba essa que a Direcção está empenhada em garantir com recurso a peditórios à população e sócios, realização de iniciativas e recebimento de cotas e outros apoios.

União de Freguesias - Passeio dos Seniores 2016

Posted by | Posted in ,


Assembleia Geral - Eleição dos corpos gerentes para 2016/2019

Posted by | Posted in ,

Conforme previamente anunciado, realizou-se ontem, 26 de Dezembro, pelas 21:00 horas, nas instalações do Centro Cívico, no Monte do Viso, a Assembleia Geral do Centro Social S. Mamede de Guisande.

No primeiro ponto da agenda de trabalhos, a direcção cessante presidida pelo Joaquim Santos, apresentou o relatório de contas do exercício de 2015 e do mandato, tendo merecido a aprovação por unanimidade dos sócios presentes.
No segundo ponto, eleição dos novos corpos gerentes para o quadriênio de 2016/2019, apenas se apresentou uma lista, encabeçada pelo Joaquim Santos, a qual mereceu o apoio unanime dos sócios presentes.

No terceiro e último ponto da agenda, foram discutidos assuntos de interesse em que o presidente da direcção cessante fez um resumo de toda a actividade do seu mandato nomeadamente o relacionado com a candidatura a apoios para a construção do Centro Cívico, as dificuldades e limitações inerentes, desde logo a impossibilidade e incapacidade de se construir um edifício de raiz, dado o limite dos apoios (75% até ao máximo de 200 mil euros), salientando, todavia, que o actual equipamento, que fez o aproveitamento do antigo edifício da escola primária do Viso, numa localização e enquadramento excelentes,reúne as condições para funcionar como centro de dia, apoio domiciliário e centro de convívio. 

Pretende-se que o Centro funcione com sustentabilidade pelo que, mediante as necessidades e adesão dos associados, está em condições de efectuar parcerias e protocolos com entidades homólogas, nomeadamente da nossa União de Freguesias, de modo a poder oferecer diversos serviços tais como o fornecimento de refeições e serviços básicos na área de saúde e enfermagem, entre outros.

Justificou a sua recandidatura com a importância de dar continuidade ao trabalho desenvolvido e concluir todo o processo de construção, acabamentos, inauguração e início de funcionamento. Outro dos objectivos para o novo mandato, para além da angariação de receitas para liquidar a verba referente à realização dos arranjos exteriores, é a compra de uma carrinha para apoio ao transporte de utentes mais idosos.

Fez ver que teria sido importante o aparecimento de outras listas alternativas. Não acontecendo, mostra-se assim disponível para dar continuidade ao trabalho fazendo ver a importância do apoio e colaboração dos restantes corpos gerentes, nomeadamente os colegas de Direcção. Agradeceu o empenho de todos sem o qual não teria sido possível concretizar uma obra que faz parte dos objectivos dos guisandenses há mais de 20 anos.

Os novos corpos gerentes mantêm-se com a quase totalidade dos anteriores elementos, com poucas mexidas, por isso de continuidade, registando-se a saída do Jorge Ferreira, que no entanto vincou que continuará a dar o seu apoio e colaboração ao Centro Social e suas actividades. Como novo elemento, de registar a entrada do Prof. Vitor Henriques que ocupará o cargo de secretário da Direcção. Por força dos estatutos recentemente alterados, foi suprimido o cargo de Vice-Presidente pelo que Celestino Sacramento será o tesoureiro.

Direcção:
Presidente: Joaquim Santos
Tesoureiro: Celestino Sacramento
Secretário: Victor Henriques
Vogais:
Fernando Almeida
Pedro Mota
Alcides Conceição
Jorge Correia

Mesa da Assembleia:
Presidente: 
Rui Giro
Secretários: 
Américo Almeida
Manuel Gonçalves

Conselho Fiscal:
Presidente:
António Henriques
Secretários:
Orlando Santos
Manuel Tavares

Assembleia Geral - Convocatória

Posted by | Posted in , ,






Edital – Convocatória de Assembleia Geral

Posted by | Posted in ,

 

edital_02112015

Tarde de convívio

Posted by | Posted in , , ,

 

image

Há Festa na Aldeia - Ul

Posted by | Posted in

 

image

O Festival “Há Festa na Aldeia” 2015 encerra em Ul, no concelho de Oliveira de Azeméis, no próximo fim-de-semana, 12 e 13 de Setembro, numa organização da Associação de Desenvolvimento Rural Integrados das Terras de Santa Maria (ADRITEM).

Um desfile de tractores pelas ruas da cidade de Oliveira de Azeméis até Ul abre, às 09h00, o programa de actividades no sábado, seguindo-se durante a tarde - em diferentes espaços - momentos musicais e de animação.

À noite, os Uxu kalhus são mais um motivo para uma visita ao certame. No domingo, uma caminhada marca a manhã. À tarde, a actuação de vários ranchos folclóricos antecedem a actuação do grupo coral HFA com o duo Cardo-Roxo, uma das novidades desta edição. Os músicos Carmina Repas Gonçalves e Antony Fernandes estiveram, nos últimos meses, a trabalhar com as comunidades das aldeias envolvidas mo projecto.

O programa fecha com “O Grito dos Tambores”, que conta com a participação de “A Trupe”, “Rufus e Circus” e “Sempre a Bombar”.
Além desta programação, nos dois dias estão previstas outras iniciativas, como jogos tradicionais, passeio BTT, caminhadas, encontro caravanista, canoagem, gastronomia ou o “Mercado da Aldeia”, com produtos regionais.

A já tradicional Rota do Moleiro, que percorre os três núcleos – este ano com mais actividades e interacção -, é outro dos atractivos para visitar a aldeia de Ul.

O Há Festa na Aldeia em Ul - uma iniciativa dinamizada pela Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM) - conta com a parceria da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Federação das Associações do Município de Oliveira de Azeméis (FAMOA) e da Associação do Parque Temático Molinológico (APTM). Colaboram ainda a União de Freguesias de Oliveira de Azeméis, Santiago de Riba Ul, Ul, Macinhata da Seixa e Madaíl, União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz e a Junta de Freguesia de Loureiro.